Home Canalização? Nossos canalizadores Sobre nós Contact


Home > Português > Blossom Goodchild - Outubro 25, 2014

Blossom Goodchild - Outubro 25, 2014

Blossom: Cá estamos, mais uma vez … Olá! Estou ansiosa por continuar com o tema actual de que ‘nada interessa’. Será que estão de acordo?

A Federação da Luz (FoL): Saudações benévolas para Cada Um. De facto, também estamos ansiosos por assegurar um raciocínio sobre os ‘assuntos’ que ‘não interessam’! [Trocadilho com a expressão inglesa: ‘behind ‘matters’ that ‘don’t matter!]

Blossom: De facto, vocês estão bem dispostos esta manhã! Então … vamos prosseguir. Muitos escreveram-me a pedir para que falassem sobre o assunto do karma, e como é que está ligado com este assunto … Cá vamos nós!

FoL: Já falamos antes, a respeito de assuntos dessa natureza. Sobre isso … Ninguém ‘escapa’ com nada. Porque o que o Indivíduo dá … seja de caridade AMOROSA … ou seja de abuso para a alma, nas suas múltiplas formas … O indivíduo recebe de volta, mil vezes do mesmo.

Blossom: Então … seguramente isso seria de importância? Se alguém estivesse cheio de ódio e passasse o seu tempo de vida a ‘oferecer’ ódio … quando passasse para a vida em espírito … que horroroso seria receber tudo o que deu … multiplicado por mil! Isso TERIA importância para a alma, não teria? ENTÃO, isso seria de importância para eles, por não terem escolhido oferecer AMOR.

FoL: Assim sendo, eles ESCOLHERAM o ódio para esse tempo de vida. Para aprender lições … para experimentar esse ‘lado’ das coisas … a partir desse ponto de vantagem. Ao aprenderem essa lição …. Podem muito bem ir para outra vida e oferecer apenas AMOR da frequência mais elevada. SABENDO que SABEM da perspectiva mais profunda da alma.

Vamos analisar ‘ESCOLHER’, podemos? Uma pessoa pode ESCOLHER SER qualquer coisa/qualquer pessoa que lhe sirva, nessa época. De uma maneira geral, a pessoa segue o seu coração … e o caminho que toma … determina quão muito, ou com pouco, essa pessoa beneficia.

Blossom: Então, os que escolhem o lado mais tenebroso da vida … estão a seguir o seu coração?

FoL: De facto … porque o seu coração pode estar cheio de ódio ou de ganância.
Blossom: Isso fá-los sentir-se bem?

FoL: A nível superficial. Mas, profundamente no seu ‘VERDADEIRO SER’ irão SABER que isso não é o que eles VERDADEIRAMENTE são.

Blossom: E isso importa?

FoL: Não. Porque vocês estão no Jogo. Uma pessoa pode ser muito competitiva enquanto está a jogar um jogo e SENTIR a necessidade de ganhar sempre e de chegar ao cimo. Ou, pode apenas aceitar que é APENAS UM JOGO … e que não interessa quem ganha ou quem perde.

Blossom: Isso está certo quando se está a jogar ao ‘Raspa’ …mas, quando estão a ‘Jogar com as nossas almas’ … isso parece muito insensível.

FoL: Quem é que está a jogar com as vossas almas?

Blossom: Digam-me vocês?

VOCÊS. VOCÊS estão a jogar o Jogo, Por favor, compreende que nem ‘Nós’ … nem ninguém … não vos capturamos e forçamos a ESTAR NELE. Vocês, alinharam-se em massa pedindo … alguns implorando … PARA SEREM ESOLHIDOS PARA FAZER PARTE DELE. Pois … a partir do nível de compreensão que tinham antes de ‘começar o Jogo’ … sabiam como iriram beneficiar a Totalidade … e queremos significar A TOTALIDADE.

Com o máximo respeito … pedimos que se recordem que …

VOCÊS ESCOLHERAM ESTAR AQUI.

PARA ESTAR NESTE JOGO DA VIDA.

PARA ESTAR AO SERVIÇO, DESTA MANEIRA.

Blossom: Estou a tentar ‘Compreender’. Estou realmente. E quando penso que estou a ‘compreender isso’ … Perco-o … porque surge outra pergunta. Se estamos aqui para estar ao serviço da TOTALIDADE …. Como pode ser que a maneira como nos comportamos, ‘não importe’ /´não tenha importância’?

FoL: MAS TEM.

Blossom: Ahha. Caramba! Vocês disseram que ‘nada importa’.

FoL: E não importa mesmo. O facto é … a LIBERDADE DE ESCOLHA. Vocês podem ESCOLHER que isso importe … se quiserem. Isso não importa, de modo algum, quer ESCOLHAM deixar que isso importe, quer não.

Blossom: Então como é que estamos ao serviço … se não importa, de uma maneira ou de outra?

FoL: Porque estais a jogar O Jogo.

Blossom: Há um motivo … um propósito no Jogo?

FoL: Não.

Blossom: Devo-me preocupar em continuar com este assunto?

FoL: Se escolheres.

Blossom: Parte de mim deseja afastar-se … acabar … pois, até onde isto nos vai levar? Onde leva qualquer um? Como é que nos ajuda a tornarmo-nos mais da Luz? Está a confundir muitos e, por esta razão a baixar a vibração deles. Mas … gostava de ir até ao fundo … estou a gostar do desafio!

FoL: Então vamos continuar. O Jogo é uma invenção … como dissemos.

Blossom: E nas minhas conversas anteriores convosco … vocês disseram que a invenção tinha corrido horrivelmente mal.

FoL: E correu. Não podíamos prever o resultado … pois nunca tinha sido feito antes. Tal como com algumas experiências/invenções … algumas são bem sucedidas, outras não. Por isso, continuamos a tentar … até que eles obtenham o resultado requerido.

Blossom: Então … o resultado requerido deste jogo é?

FoL: Ver o que uma alma em forma humana pode cumprir quando deixada por sua conta. Mas … isso não importa … porque … ao fim do dia …

VOCÊS SÃO AMOR … na sua forma mais Elevada.

QUE É O QUE VOCÊS SÃO.

Vieram aqui para jogar … para agir … para ver o que podia ser SENTIDO. Ver como se podem tornar vós próprios em todos estes triliões de triliões de formas diferentes.

Blossom: Então, onde é que importa ‘nós’ e a ‘Mãe Terra’ estarmos a dirigir-nos para a quinta dimensão que está a chegar? Vocês dizem que é isso que viemos cá fazer.
.
FoL: Está correcto. E vai ser cumprido. Está no quadro do jogo. Quando a pessoa continua ‘a subir a escada’ … A pessoa alcança certas ‘marcas’ no quadro.

ESSE É O PLANO DIVINO.

Blossom: o PLANO Divino é um quadro/ uma placa de jogo???

FoL: Num certo sentido … sim.

Blossom: E os dados?

FoL: São as vossas escolhas!

Blossom: Bingo! Bem jogado! Compreendi. Podíamos voltar ao assunto do karma embora … Como são os nossos SENTIMENTOS que estão ‘em jogo’. Teria importância para mim como me comportei na Terra … teria importância para mim como escolhi tratar os outros.

FoL: Por quê?

Blossom: Posso sentir que não estão a perguntar ‘por quê’ aereamente … mas para me levarem para onde eu vou.

FoL: Correcto. Por que é que te interessa como tratas os outros?

Blossom: Porque o meu coração ficaria ‘ferido’ se eu não oferecesse AMOR a mim ou aos outros.

FoL: Por esta razão, ESCOLHES SER uma alma de disposição AMOROSA. Tu ESCOLHES isso … porque é desejável para ti e SENTES que é certo.

Blossom: Sim …

FoL: Vamos tentar outra táctica para ajudar-te a compreender.

Blossom: Boa sorte com essa tentativa!

FoL: Imagina … imagina por um momento … que não estás inserida no Jogo. Que és um espírito livre, sem forma … a olhar para baixo, para um quadro de jogo muito largo. Este jogo é composto por muitos jogadores. Mesmo muitos. Pessoas pequenas, algumas a usar chapéus … algumas altas, algumas baixas … Mas, olha para elas como ‘estatuetas’ num quadro.

O Jogo começa … TODOS têm o mesmo objectivo … acabar O Jogo … para atingir o topo do quadro. Não há instruções … não há regras.

Blossom: Lamento continuar a interromper … mas, vocês disseram, no passado, que havia Leis Universais. Já discutimos isso antes … e quando elas são infringidas, há repercussões … isto é … o assunto kármico.

FoL: Queridíssima, queridíssima alma … A pessoa que tenta tanto encontrar um sentido neste assunto … Como AMAMOS e admiramos a tua determinação em ‘Compreendê-lo’ … Todos os pedacinhos dele.

Nem uma vida … nem vinte …nem 100 vidas … permitiriam que compreendesses TUDO ISTO. Pois, cada pergunta que surge dentro dos ensinamentos … permitem que surjam outras 50 mil sobre o mesmo tema. Por mais duro que isto ‘te atinja’… pedimos que permitas que algumas coisas sejam absorvidas pelo teu SER … e dês tempo …

Blossom: O qual não existe …

FoL: … Para se desenrolarem ‘alguns’ mistérios da vida.

Blossom: Parece-me uma grande ideia. Está tudo muito confuso. Sei que não sou a única. Desejava ter o vosso endereço de email … então vocês poderiam responder a alguns emails dos que sentem o mesmo que eu! OK.

FoL: Voltando ao assunto de estarem fora dos vossos corpos e olharem para baixo, para O Jogo …

O Jogo começou … Um indivíduo dirige-se para cima … outro dirige-se para baixo … devido às escolhas feitas. Quando o indivíduo olha para baixo, para o quadro, de uma perspectiva mais ELEVADA … pode ver certas ‘marcas do terreno’ que estão aí para serem cumpridas … quando o indivíduo as alcança.

Não é assim …(como referimos antes) Que através da escolha … o indivíduo repete os velhos padrões? Estão simplesmente, a subir a escada, ou, a escorregar para ‘o mesmo velho padrão.’

Quando ESCOLHEM N O repetir … quando ESCOLHEM ‘dirigir-se mais para o Alto’… encontram desafios … mais agradáveis.

Continuem a olhar para baixo, do alto …E essas pequenas estatuetas … a jogar o jogo de fazer escolhas … pelas quais … é determinada a direcção em que se movem no quadro. Pequenas figuras no quadro … a jogar um jogo.

Blossom: Pequenas estatuetas com SENTIMENTOS!

FoL: Mas, quanto mais alto escolherem subir … Mais AMOROSOS se tornam esses SENTIMENTOS.

Quanto mais AMOROSOS se tornarem esses SENTIMENTOS … menos ESCOLHEM ‘repetir os padrões’. Quanto mais cada Um se mover para mais perto do cimo … para o espaço do ‘lar’ … a determinação em ‘ficar aí’ aumenta.

Mas … de ‘Cima’ … do ponto de vista ‘do Jogo’ … cada Um pode ver que, neste jogo, o tempo ‘não tem importância’ … Nenhum tem de chegar a um marco, no sábado, dia 25 de Novembro de 5010 … Estão simplesmente a mover-se em direcção ao marco.

ELES ESCOLHEM QUANDO alcançam esse ponto … através das escolhas que fazem. ESCOLHEM como SENTIR, enquanto jogam O Jogo.

Essas pequenas estatuetas ESCOLHEM como SENTIR … bem ou mal … no alto ou em baixo … felizes ou tristes … enquanto sobem a escada. Não importa o que SENTEM … é da sua escolha SENTIR qualquer coisa que ESCOLHAM.

Quando estais inseridos no Jogo e olhais para baixo … observais estas estatuetas. Não as julguem pelos seus movimentos. Desejais apenas que elas ‘aprendam’ como é que o Jogo funciona. Cada uma deve acabar, Isso não está em questão. Cada uma deve subir a escada … ao seu ritmo … através das suas escolhas.

Vês … Isso não importa … O Jogo deve ver-se a si mesmo … ‘não importa através de quê.’

SENTIMOS que é o suficiente por hoje.

Blossom: Ai pensam? De novo, meus amigos … Obrigada. Obrigada pela vossa paciênca, Iremos encontramo-nos ‘em breve’. Amo-vos …

FoL: E nós … ao observar ‘as vossas idas e vindas’… Amamos cada um de vós

Blossom: Com Amor e agradecimento.

* A Federação da Luz fala de AMOR

https://www.youtube.com/watch?v=RmsCqVjqSss .


Website: Blossom Goodchild
Tradução: Maria Luisa de Vasconcellos (luisavasconcellos2012@gmail.com)










Aos Leitores de Língua Portuguesa.
Procuramos continuamente ajuda para o nosso trabalho, portanto, se dominar bem a postagem de mensagens em blogs. não hesite em contactar-nos no seguinte endereço: luisavasconcellos2012@gmail.com Obrigada!



Vizualização Mundial - Por favor Juntem-se a Nós!




Share |


Gostaria de apoiar o nosso trabalho de luz?



Galactic Channelings

Create Your Badge